A ROSA PÚRPURA DO CÁRCERE. O encarceramento de mulheres no Brasil

Ranulfo Paranhos, Dalson Britto Figueiredo Filho, José Alexandre da Silva Jr.

Resumo


O principal objetivo desse trabalho é identificar o perfil da mulher encarcerada no Brasil. Em termos metodológicos, utilizamos estatística descritiva, correlação de Pearson e análise espacial para analisar os dados compilados pelo Sistema Integrado de Informações Penitenciárias (Infopen). Os resultados apontam que: (1) o perfil da mulher encarcerada indica que ela possui Ensino Fundamental incompleto, está na faixa etária entre 18 e 30 anos e cumpre pena em regime fechado de até oito anos por crime de tráfico de entorpecentes; (2) a população carcerária feminina tem aumentado ao longo do tempo; e (3) existem conglomerados de estados geograficamente próximos que apresentam valores similares de encarceramento feminino, sugerindo dependência espacial das observações.

Palavras-chave


Encarceramento feminino; análise espacial de dados; Brasil

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.